índices de liquidez

Entenda os índices de liquidez

Os índices de liquidez tratam-se de indicadores financeiros atrelados à análise de crédito, com a finalidade de dizer como anda…

 | 

Os índices de liquidez tratam-se de indicadores financeiros atrelados à análise de crédito, com a finalidade de dizer como anda a saúde financeira de uma empresa.

Então, os índices de liquidez servem para revelar o quanto uma empresa possui em caixa para quitar suas dúvidas e obrigações com terceiros.

Todavia, os índices de liquidez são calculados através de uma fórmula, que você irá observar no decorrer do artigo, que relaciona os valores de seu ativo com os valores de seu passivo.

Dessa forma, o balanço patrimonial de uma empresa contém todas as informações para o cálculo de um índice de liquidez.

Entretanto, fatores como controle financeiro, controle do caixa, lucros e as estratégias de investimentos são decisivos para o valor do índice de liquidez de uma empresa.

O que é liquidez?

A liquidez é a capacidade de um ativo ser transformado em dinheiro, sem perder valor para isso ocorrer.

Contudo, a liquidez refere-se à rapidez com que um investidor tem ao desfazer um negócio para voltar a ter dinheiro em mãos, sem tomar prejuízos.

A mesma também é utilizada pelos investidores estrangeiros que querem assumir negócios no Brasil, mas têm dúvidas sobre a saúde da nossa economia.

Dessa forma, esses negócios podem ser desde ações em empresas, títulos públicos, até a caderneta de poupança.

Porém, caso o investidor tenha um imprevisto e precise do dinheiro em mãos, ele obrigatoriamente precisará se desfazer do investimento para ter o dinheiro de volta.

No entanto, cada tipo de investimento tem uma liquidez medida por pontuação, que pode-se entender como um grau de risco.

Então, liquidez com pontuações altas significam que as empresas têm uma organização financeira sadia capaz de lidar com suas dívidas sem comprometer o funcionamento.

Em contrapartida, índices de liquidez baixos relacionam-se com empresas que não têm uma saúde financeira estável e, caso precisem obter recursos adicionais por algum motivo, não conseguem fazer com tranquilidade.

Liquidez de investimento

A poupança é um exemplo de liquidez alta, ela consegue oferecer um retorno imediato e sem complicações.

Nesse caso, caso a empresa necessite resgatar o que tem armazenado na poupança, ela conseguirá fazer imediatamente.

Em contrapartida, um imóvel, por exemplo, pode ser considerado como investimento de liquidez baixa, porque neste caso, o investidor pode ter que esperar meses e até anos para recuperar o ativo.

Então, a alternativa é o investidor vender a casa por um preço bem abaixo do valor de mercado ou optar por alternativas como aluguel de inquilinos, porém, levará anos para equiparar-se ao montante da venda do imóvel.

Assim, a liquidez engloba a dimensão e a rapidez com que uma organização consegue gerar dinheiro mesmo tendo que perder investimentos.

Então, é indicado sempre optar por ativos que possuam alta taxa de liquidez, devendo utilizar os de baixa liquidez apenas quando eles possuem uma perspectiva segura de rendimento a longo prazo.

Armadilha da liquidez 

A armadilha da liquidez acontece quando as taxas de juros de uma economia atingem casas próximas a zero, ou seja, para elevar o consumo de bens da população, os juros caem para estabelecer o mercado.

Contudo, ela é ruim porque com juros baixos, os investidores ficam pessimistas para estimular e procurar investimentos a longo prazo.

Então, mesmo que ocorram tentativas do governo de reverter a situação, essas são insuficientes, daí o nome armadilha da liquidez.

Assim, os investidores preferem manter seus recursos em forma de dinheiro, contribuindo para agravar o fenômeno da recessão que se instala na economia de um país ou região.

Liquidez atrelada ao crédito

A liquidez pode ainda ser exemplificada, como os recursos que uma empresa tem para quitar suas dívidas com terceiros.

Dessa forma, a liquidez é medida por indicadores. 

Os principais indicadores dos índices de liquidez são:

  • Liquidez geral;
  • Índice de liquidez corrente;
  • Liquidez seca;
  • Liquidez imediata.

Como interpretar os índices de liquidez?

Os contadores trabalham com 4 indicadores de índices de liquidez, nos quais citamos agora pouco, consequentemente, cada índice é válido para usos diferentes entre si.

Então, alguns índices estão relacionados à capacidade de pagamento a curto prazo, enquanto outros se relacionam com pagamentos a longo prazo.

Contudo, existe ainda aquele índice utilizado para medir a capacidade de pagamento de uma empresa mais rapidamente que, no caso, refere-se a liquidez imediata.

Liquidez Corrente ou Comum 

O índice de liquidez corrente é um dos mais utilizados para analisar a capacidade de pagamento de uma empresa, que define se sua saúde financeira está saudável ou em colapso.

Assim, por liquidez corrente está incluso as atividades a serem efetuadas a curto prazo, sejam dívidas, valores a receber ou investimentos.

Liquidez Corrente = Ativo Circulante ÷ Passivo Circulante

Cálculo do índice de liquidez corrente

Para calcular o índice de liquidez corrente, deve-se dividir  os ativos circulantes de uma empresa, pelos passivos circulantes.

Desta forma, os ativos circulantes são o estoque, o dinheiro em caixa e seus adventos de curto prazo.

Ao passo de que os passivos circulantes são as dívidas, empréstimos, impostos e os pagamentos frequentes.

Índice de liquidez seca 

No índice de liquidez seca, excluem-se os estoques como os ativos circulantes de uma empresa.

Porém, geralmente, as atividades devem estar relacionadas ao curto prazo, ou seja, que levam pouco tempo para serem concluídas.

Assim considera-se, como índice de liquidez seca, os valores que uma organização possui para pagar suas contas no curto prazo, sem precisar vender nada que ela possua em estoque.

Fórmula para índice de liquidez seca 

Divide-se os ativos circulantes pelos passivos circulantes, excluindo o estoque.

Desse modo, o índice de liquidez seca é bem menor que a liquidez corrente, por não incluir os valores estocáveis no cálculo.

Liquidez Seca = (Ativo Circulante – Estoques) ÷ Passivo Circulante

Índice de liquidez imediata 

O índice de liquidez imediata considera o balanço patrimonial de uma organização, sendo um índice de natureza conservadora.

Assim, o balanço patrimonial engloba todos os patrimônios e bens de uma empresa, incluindo suas dívidas e contas a pagar. 

Portanto, ele só considera o dinheiro em caixa, os saldos bancários, bem como todas as dívidas a curto prazo.

Cálculo da liquidez imediata 

O cálculo de liquidez imediata é mais sujeito às variações. Tudo porque os valores disponíveis também são mais fáceis de movimentar

Entretanto, um índice de liquidez imediata alto não indica que uma empresa possui bom controle de suas contas.

Tudo porque não adianta ter muito dinheiro disponível em caixa se a inflação estiver alta, ou não existirem investimentos.

Liquidez Imediata = Disponível ÷ Passivo Circulante

Índice de liquidez geral 

O índice de liquidez geral dá uma visão de pagamento de uma empresa feita em situações de longo prazo.

Por essa razão, este índice considera além dos itens precisos na liquidez corrente, a soma dos direitos e obrigações de uma empresa, para um prazo maior.

Logo, o índice de liquidez geral é utilizado para que os potenciais investidores obtenham uma visão clara dos pagamentos a longo prazo que uma empresa possui.

Sendo assim, este índice considera além dos ativos da empresa, seus direitos e obrigações, para uma prazo maior de tempo.

Em resumo, agrupam-se os ativos que já existem aqueles que vão existir com o tempo e divide-se pelos passivos circulantes com os passivos que vão se concretizar futuramente.

Fórmula para calcular o índice de liquidez geral

Para calcular o índice de liquidez geral necessita possuir o balanço patrimonial da empresa em mãos, já que ele engloba ações que ainda vão ocorrer.

Neste caso, por exemplo, a empresa pode adquirir um investimento caro para sua modernização, por exemplo, e os recursos para quitar a dívida podem chegar ao longo dos anos.

Contudo, a análise de liquidez geral demonstra se a empresa está ganhando ou perdendo a capacidade de pagamento, conforme o passar do tempo.

Liquidez Geral = (Ativos Existentes +  Realizáveis a longo prazo) ÷ (Passivos Existentes + Elegíveis  a longo prazo) 

Como analisar corretamente um índice de liquidez

Para analisar corretamente um índice de liquidez é necessário interpretar os valores e o que eles representam:

  • Maior que 1: a empresa possui boa capacidade de pagamentos de suas obrigações;
  • Igual a 1: os valores que a empresa possui são iguais aos valores de contas que ela tem para pagar;
  • Menor que 1: a empresa não possui recursos suficientes para pagar suas obrigações de curto prazo, caso ela precise.

Interpretação geral dos índices de liquidez

Quanto maior é o índice de liquidez de uma empresa, maior é a sua saúde financeira e controle de ativos. Entretanto, os índices de liquidez não devem ser considerados de forma isolada.

Assim, é importante também, analisar e interpretar o seu tipo de atividade, além de outros fatores.

Por exemplo, uma empresa de fabricação possui um estoque grande em seu depósito.

Porém, caso este estoque não seja vendido no tempo certo, a empresa vai se endividar a longo prazo.

O mesmo pode acontecer com uma empresa de serviços. 

Mesmo que a empresa só trabalhe com pagamento à vista e tenha entradas diárias, seu índice de liquidez pode ser prejudicado por não conter estoques suficientes diariamente.

Contudo, ainda assim uma empresa pode ter um bom índice de liquidez.

Por isso, deve-se saber interpretar muito bem os índices de liquidez. Pois, os valores apurados trazem comparações mais exatas.

Portanto, os índices de liquidez não devem considerar a qualidade e quantidade dos ativos de uma empresa, pois um negócio pode ter muitos contracheques a receber e, mesmo assim, sua liquidez ser alta.

Conheça o Ebook Marketing Digital para Contadores 2022 da Tron

Procura por uma maneira de otimizar seu escritório nas redes sociais e ampliar seus lucros através do marketing digital?

A Tron pode te ajudar! Conheça o Ebook Marketing Digital Para Contadores 2022!

Com o ebook, você vai ter acesso a tudo que precisa para que seu escritório aumente o número de clientes e se destaque cada dia mais no mercado digital!

Chegou a sua vez de mostrar para o mundo os serviços e a qualidade do seu trabalho, traduzido em conversão de novos clientes a todo momento!

Os comentários estão desativados.