Saiba como elaborar uma boa planilha de conciliação contábil

Saiba como elaborar uma boa planilha de conciliação contábil

O que é conciliação contábil? A conciliação contábil nada mais é do que a comparação entre os valores debitados e…

 | 

O que é conciliação contábil?

A conciliação contábil nada mais é do que a comparação entre os valores debitados e creditados nas contas de uma empresa através de conferência.

Ela tem o objetivo de comparar o demonstrativo do fluxo de caixa mensalmente, a fim de encontrar divergências entre as contas e corrigi-las a tempo.

Assim, a conciliação contábil ajuda a contabilizar os valores do relatório contábil, controle de empréstimos e investimentos, contribuindo para você ter uma noção mais exata da saúde financeira  da empresa.

Contudo, a conciliação pode ser feita por mês, trimestre, semestre ou, até mesmo, anualmente.

Portanto, a conciliação contábil funciona como se fosse a confirmação dos valores que a empresa precisa encontrar no período e para isso é preciso checar os números para ver se realmente estão de acordo.

O que a conciliação contábil evita?

A conciliação contábil evita que nenhum valor errôneo acabe mascarando a real situação da empresa frente às suas finanças.

De modo que ao final do processo ela será a garantia de que todos os valores estão corretos e que nenhuma conta foi negligenciada no período.

Sendo assim, com a conciliação contábil é possível perceber onde estão faltando valores e porque estes mesmos números não foram creditados no fluxo de caixa da empresa, por exemplo.

Importância da contabilização contábil

A importância da conciliação contábil na empresa permite que:

  • A empresa tenha certeza dos valores financeiros de cada item;
  • Gera veracidade das informações contábeis;
  • Comprova os valores existentes;
  • Valida informações;
  • Compara os números, permitindo uma noção exata do balanço;
  • Evita erros grandes de contabilidade;
  • Garante uma geração de balanço patrimonial mais segura.

Passo a passo para uma boa elaboração da conciliação  contábil

Para certificar que a conciliação contábil seja feita  de maneira correta, é necessário seguir alguns caminhos e processos para que o resultado final esteja dentro do esperado.

Assim, através do passo a passo abaixo, você conseguirá elaborar uma conciliação contábil certeira e sem sustos.

1- Tenha certeza de que todas as informações do controle financeiro como fluxo de caixa, planilha de acompanhamento de juros e relatórios estejam atualizadas e completas;

2- Separe todas as contas bancárias da empresa para facilitar o processo;

3- Determine o período ao qual a conciliação contábil corresponderá, mensal, trimestral, semestral ou anual;

4- Compare os valores encontrados nas contas e relatórios com os valores presentes no fluxo de caixa e certifique de que eles estão exatos e iguais;

5- Encontre todos os erros, corrija-os encontrando o que aconteceu e dando uma solução ao final;

6- Documente todos os erros e aprendizado para que eles não se repitam futuramente através de um relatório oficial;

7- Armazene a conciliação contábil nos sistemas de arquivo, pois ela servirá como documento de garantias no futuro para as contas da empresa.

Se você quer receber mais dicas sobre o mundo contábil e as novidades do mundo corporativo, conheça o canal da Tron no Youtube.

Lá você fica atualizado com as informações do mundo fiscal e contábil diariamente, se inscreva hoje mesmo e ative as notificações para não perder nenhum conteúdo novo.

Dicas para uma ótima conciliação contábil da sua empresa

Ao final de tudo, a conciliação contábil não é apenas um simples relatório de conferência de números e valores, ela exige atenção e cuidado para ser feita de maneira exata.

A conciliação contábil é a comparação e a conferência de valores em débito e crédito nas contas de uma empresa. 

Dessa forma, ao comparar com o demonstrativo de fluxo de caixa de um período,  por exemplo, divergências podem ser encontradas e corrigidas a tempo pela equipe de contadores.

Para otimizar a conciliação contábil, ela é feita de forma regular respeitando os ciclos e o período.

Contudo, saber elaborar a conciliação é um desafio para as empresas atualmente.

Então, aqui vão algumas dicas para a conciliação contábil da sua empresa ser feita de maneira rápida, segura e com exatidão nos resultados.

Mantenha o mesmo fluxo na apuração do documento

A conciliação contábil deve ser feita seguindo sempre o mesmo período ao qual a empresa está acostumada.

Portanto, caso ela seja feita mensalmente, por exemplo, o ideal é que este ciclo se repita respeitando o período, ou seja, a cada 30 dias.

Este padrão a ser seguido, contribui para se ter uma rotina de verificação e conferência,  possibilitando o maior controle e mais fácil percepção dos erros.

Tenha cuidado com os detalhes 

A conciliação contábil exige muita precisão e exatidão, portanto o mais recomendado é que se tenha muita atenção durante a sua elaboração.

Assim evitará, por exemplo, que um mesmo erro passe despercebido duas vezes durante o relatório.

Outra dica é que a conciliação contábil seja feita por duas pessoas, assim uma faz e a outra confirma os resultados prevenindo erros de conferência.

Analise as informações de todas as partes

Quando lidamos com informações monetárias, é comum em algum momento passar por apuros, ainda mais com valores altos de dinheiro em jogo.

Nesse sentido, é necessária uma análise em detalhes de todas as informações e de onde vem cada uma delas.

Todavia, quando analisamos com atenção redobrada fica mais fácil evitar erros inconclusivos a respeito de onde vem algum valor que não esteja encaixando.

Por exemplo, pode acontecer de concluirmos que algum erro vem da conta bancária quando, na verdade, o erro está no demonstrativo do fluxo de caixa ou mesmo numa informação perdida nas nuvens.

É necessário cuidado na hora das decisões do relatório, principalmente aquelas que precisam ser tomadas devido a erros.

Tome cuidado com erros de terceiros

Em muitos casos, os erros encontrados são devido a erros de natureza humana, perfeitamente compreensíveis, afinal somos pessoas e não máquinas perfeitas.

No entanto, é fato que os erros humanos podem atrapalhar a exatidão precisa ao final da conciliação contábil da empresa.

Por isso, esteja sempre atento(a) a erros que podem vir do ambiente externo como:

  • Erros de digitação;
  • Pagamentos duplicados;
  • Descontos imprevistos;
  • Juros maiores do que o documentado;
  • Datas que não convergem ou não batem;
  • Não documentação de um depósito bancário;
  • Atraso no repasse pelas instituições bancárias.

Alternativas para a conciliação contábil segura e sem erros

Se você procura por alguma solução  que possa auxiliar no trabalho contábil da sua empresa, como a conciliação contábil, por exemplo, a Tron Soluções pode te ajudar.

Através dos nossos sistemas e programas como o Tron Gestão Contábil, Combo Tron Departamento Pessoal e o Tron Connect para empresas, sua empresa terá os programas mais exatos para seu trabalho em todos os setores.

Conheça nossa página agora mesmo ou entre em contato conosco! Conheça os serviços da Tron e melhore o dia a dia da sua empresa.

Os comentários estão desativados.