Como calcular o INSS com base na alíquota anual

Como calcular o INSS com base na alíquota anual

Para realizar o calculo do INSS é necessário ter conhecimento sobre as novas alíquotas em vigor para o ano de…

 | 

Para realizar o calculo do INSS é necessário ter conhecimento sobre as novas alíquotas em vigor para o ano de 2022.

Essas alíquotas, no entanto, são similares às alíquotas de 2021. 

Afinal, ainda vivemos incertezas econômicas no país decorrentes de problemas globais.

Portanto, justifica-se assim a pouca diferença das alíquotas do INSS do ano passado para 2022.

Com o propósito de ficar mais esclarecedor, veja na tabela abaixo, as alíquotas atuais vigentes no Brasil, para introduzir como calcular o INSS.

Salário (Em Reais)Alíquota 2022
Até 1212,007,5%
De 1212,01 até 2427,359%
De 2437,36 até 3641,0312%
De 3641,04 até 7087,22 14%

Como calcular o INSS 2022? O que mudou?

A nova forma na hora de calcular o INSS vem sendo aplicada desde 2020.

A principal mudança é a redução geral no valor descontado do trabalhador na folha de salário.

Anteriormente, apenas calculava-se o percentual da alíquota sobre o valor do salário por inteiro. Em contrapartida do modo que é calculado agora.

O fato é que a faixa salarial de cada trabalhador influencia totalmente na contribuição previdenciária.

De tal forma que influencia até mesmo na declaração do imposto de renda dependendo do salário bruto.

Atualmente este cálculo deve ser feito separando por cada faixa salarial a qual o salário bruto do trabalhador está inserido.

A nova relação de porcentagem e desconto do INSS na folha de pagamento é baseada nas informações abaixo:

  • Salário de até R$ 1.212,00 – Desconto de 7,5% sobre o salário bruto;
  • Salário de R$ 1.212,01 até R$ 2.427,35- Desconto de 9% sobre o salário bruto;
  • De R$ 2.427,36 até R$ 3.641,03- Desconto de 12% sobre o salário bruto;
  • De R$ 3.641,04 até R$ 7.087,22- Desconto  de 14% sobre o salário bruto.

Dessa maneira o cálculo de INSS é feito por progressão, não há valor pré-fixado para o cálculo.

Como era o cálculo do INSS em 2019

Como exemplo, um trabalhador que em 2019 recebia um salário de 3000 reais mensais:

À época, era preciso apenas multiplicar a porcentagem da alíquota correspondente à faixa de 3.000 reais.

Então, a terceira faixa salarial em 2019 correspondia a uma alíquota abrangente de 11% sobre o salário.

Assim, era só necessário multiplicar o salário a esta porcentagem como no exemplo:

Salário: R$3.000,00 X 11%= R$330,00

Por fim, este era o valor, 330 reais, descontado do INSS ao trabalhador que tinha um salário de 3.000 reais em 2019.

Cálculo do INSS em 2019 – Salário: 3000 reais

R$3.000,00 X 11% (alíquota vigente naquele ano)= R$330,00 mensais

Assim, R$330,00 é o valor descontado mensalmente sobre o salário do trabalhador.

Como calcular o INSS agora (2022) – Salário: 3000 reais

A faixa salarial de 3.000 reais está inserida em 3 faixas de contribuição distintas.

Visto que, o contador precisa somar o valor que o trabalhador deve pagar,.

Ele deve considerar as faixas salariais que o salário bruto está inserido.

Dessa forma, o cálculo do INSS de um salário de 3.000 reais em 2022, é feito observando os apontamentos abaixo.

Primeira faixa salarial: até R$ 1.212,00

Basta calcular a porcentagem correspondente da alíquota atual que é de 7,5%.

Isto é:

R$1212,00 X 7,5%= R$90,90.

Este será o valor que o trabalhador deverá ter descontado do seu salário devido a ele ser maior que a primeira faixa salarial das alíquotas.

Segunda faixa salarial: até R$ 2.427,35

Como você pode perceber 3.000 reais é bem mais que o teto desta faixa salarial.

Nesse sentido, devemos subtrair os valores máximos e mínimos pertencentes a esta faixa da alíquota.

Ou seja:

R$2.427,35 – R$1.212,01 = R$1.215,34

R$1.215,34 X 9%= R$109,38

Este será o valor descontado referente ao salário bruto que ultrapassa esta faixa da alíquota.

Terceira faixa salarial: Até R$ 3.641,03

Como o teto máximo de salário para a faixa é de R$3.641,03 (e 3000 reais é menos que o teto desta categoria).

Similarmente devemos novamente subtrair os valores das alíquotas junto com o salário do trabalhador, já que é de 3000 reais e não o teto.

Logo:

(salário total) – (teto da primeira faixa) – (diferença entre a segunda faixa e a primeira) = (Resultado)

R$3000 – R$1212 – R$1215,34 = R$572,66.

A alíquota para a terceira faixa é de 12%.

Uma vez que:

R$572,66 x 12%= R$68,72

Este é o valor de desconto do salário para a terceira faixa da alíquota.

Soma dos valores de desconto de cada alíquota

Por fim, basta somar os descontos referentes a cada uma das três alíquotas vigentes atuais para ter o total de reais que irá para o INSS deduzido do salário do trabalhador.

Portanto:

R$90,90 + R$109,38 + R$68,72 = R$269,00.

Então, o trabalhador que possui um salário de 3000 reais.

Em 2022 ele paga mensalmente ao INSS o total de R$269,00 mensais de contribuição.

Conclusões sobre como calcular o INSS em 2022

Assim sendo, com os novos ajustes e o novo cálculo do INSS, atualmente quem ganha mais paga mais e quem ganha menos contribui com menos.

Desta forma são evidenciadas as diferenças entre as alíquotas antes fixadas, devido ao cálculo novo ser realizado, de forma progressiva.

Então, no cálculo do INSS de forma progressiva, são evidenciadas as diferenças entre as alíquotas antes fixadas.

Em conclusão, hoje quem tem maior remuneração, contribui com maiores faixas.

Aqueles que têm menor remuneração contribuem com menos.

Isso significa que na aposentadoria, todos receberão o salário baseado nas suas contribuições enquanto estavam no mercado de trabalho.

Em princípio pode parecer um cálculo complicado.

No entanto, tudo é uma questão de adaptação ao cálculo de contribuição (não é novo, desde 2020 é calculado dessa forma, somente as alíquotas tiveram alteração).

CTA: Caso você queira simplificar os cálculos do INSS e mantê-los sempre atualizados com as mudanças do governo, a Tron pode te ajudar.

Conheça agora mesmo o Sistema de Folha de Pagamento da Tron, aprovado por mais de 5 mil clientes.

Através dos Sistemas Contábeis, seu escritório contará com muitos benefícios:

  • Cálculo da Folha Mensal, inclusive cálculo do INSS de cada funcionário;
  • Cadastro Inicial de Contratação pelo Tron Connect;
  • Exame Admissional com Medicina do Trabalho e SST;
  • Envio da Contratação ao e-Social;
  • Registro de Ponto;
  • RH digital; 
  • Gestão de Horas Extras.

Os comentários estão desativados.